A beleza da inteligência

Um estudioso é, antes de tudo, humilde. O mero ato de abrir um livro subentende o reconhecimento ou, no mínimo, a esperança de que o autor tenha algo para lhe ensinar. Além do que, se ele estuda é porque reconhece que precisa aprender e o ato de se abrir para o conhecimento disponível é de uma beleza indescritível. Por isso, acho a afetação de quem se considera inteligente uma estupidez. …